Facebook     YouTube
MENU

IDIOMA
             



A vida tem destas coisas e por vezes quando menos esperamos somos surpreendidos com uma daquelas notícias que ninguém gosta de receber, o desaparecimento de um amigo.

Ainda mais profundo é o pesar dado o sentido de injustiça e impotência contra uma doença que mina por dentro e ceifa uma vida que se encontra no seu auge. O André faria 31 anos passados 10 dias do seu falecimento.


A ESTuna ficou mais pobre, porque apesar de já não ser um membro activo, o André Campos continuava a fazer parte desta grande família.

Para todos os que tiveram a oportunidade de privar com ele, recordarão sempre o seu sorriso rasgado e a maneira como contagiava todos com a sua boa disposição. As suas bombadas ritmadas marcaram o compasso da nossa música durante largos anos, assim como a sua recordação marcará sempre as nossas vidas.

30.08.2008