Facebook     YouTube
MENU

IDIOMA
             


Serenata de um Estudante
Estão nestas trovas a serenata que te ensinei,
A melodia está na boca que eu beijei,
És a mais bela, és cinderela deste meu canto,
E na verdade, já és saudade, nem sabes quanto.


Teus olhos são o coração que em mim arde,
Teu corpo é o pôr do sol em fim de tarde,
Na minha capa guardo a imagem desse teu rosto,
Serás marzia em sintonia com luar de Agosto.


Estão nestas trovas a serenata que aprendeste,
A melodia fez-se no dia em que nasceste,
Foste o sonho que ao acordar ficou distante,
Estão nestas trovas a serenata de um estudante.


Teus olhos são o coração que em mim arde,
Teu corpo é o pôr do sol em fim de tarde,
Na minha capa guardo a imagem desse teu rosto,
Serás marzia em sintonia com luar de Agosto.


Serás marzia em sintonia com luar de Agosto.
Serás marzia em sintonia com luar de Agosto.